A atual conjuntura econômica brasileira é inédita na história do país, acostumado com altas taxas de juros associadas à índices de inflação frequentemente altos. O fraco desempenho da economia dos países desenvolvidos, mesmo antes da pandemia da COVID-19, já tinha reflexos no Brasil, e a crise do coronavírus acelerou um processo de recessão sem precedentes na história recente.

Ao mesmo tempo, o mercado de capitais reagiu de forma volátil ao choque. A bolsa de valores brasileira – a B3 – chegou a cair mais 40% em poucas semanas, em um ano em que as expectativas de mercado de antes da pandemia projetavam alta de até 30% até o final do ano. Após o choque inicial, boa parte dos ativos na B3 passaram a desempenhar uma recuperação gradual, recuperando boa parte das perdas do início do ano.

O que esperar daqui pra frente? Como as economias do mundo se reorganizarão no pós-pandemia, com altas taxas de endividamento e com os setores produtivo e consumidor desorganizados? O mercado de capitais será capaz de precificar de maneira eficiente os ativos durante uma retomada? 

Para discutir estas e outras questões, a Gestor Um organizou o 1º Seminário Gestor Um – Conjuntura econômica e o lugar do RPPS, que contará com a participação de economistas de diferentes matizes que farão exposições e debaterão as diversas questões que influenciarão os investimentos do RPPS em 2020 e nos próximos anos.

PAINEIS

1. Conjuntura econômica brasileira e mundial: horizontes para o pós-pandemia

Participantes:

Jorge Maia Ussan, possui graduação em Ciências Econômicas e mestrado em Administração ambos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atuou como Assessor do Governador entre 2011 e 2013 e foi Diretor da Agência Gaúcha de Desenvolvimento – AGDI. Também é professor da FADERGS/Porto Alegre. Atualmente é Assessor Parlamentar na Assembleia Legislativa do RS.

Fábio Pesavento, possui graduação em Ciências Econômicas pela UFRGS, mestrado e doutorado em economia pela Universidade Federal Fluminense (UFF, Niterói-RJ). Realizou estágio de doutoramento no Instituto de Ciências Sociais (Universidade de Lisboa) entre 2006 e 2007. É professor de graduação e de pós-graduação na ESPM, onde coordena o núcleo de economia empresarial desde 2008.

2. Mercado financeiro e investimentos do RPPS: perspectivas para a retomada

Participantes:

Marco Martins, é Doutor em Administração pela UFRGS – Ênfase em Finanças. Professor de Graduação e Pós Graduação nas áreas de Contabilidade e Finanças Mercado de Capitais, além de consultor de investimentos atuante na área de fundos de pensão e Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS).

Denilson Alencastro, doutorando e mestre em Economia pela UFRGS, economista-chefe da Geral Asset Management desde 2004, professor universitário desde 2007 e pesquisador na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) do Programa de Pós-Graduação em Economia (PPGE) desde março de 2010.

Ao vivo e ON-LINE!

Data: 29 de julho
Horário: das 8h30 às 13h

Investimento:
Inscrição individual: R$ 300,00
Consulte condições especiais para múltiplas inscrições.